Qual é a sua natureza?

Qual é a sua natureza?

Quem nunca ouviu coisas assim:

“Você deveria fazer um concurso público, você é inteligente!”

ou…

“Abrir empresa? Tá maluco? Vai arrumar um emprego.”

ou então…

“A empresa X está procurando funcionários. Você seria perfeito para eles.”

Mas a verdade é que você não quer fazer o que as pessoas acham.

Você quer fazer o que você sonha. O que você tem vontade.

O que você realmente quer.

Nesse artigo eu vou te mostrar a importância de saber qual é a sua natureza. Você precisa aprender a fazer as coisas por você mesmo e não pela opinião dos outros.

A grosso modo, se você sonha em empreender, quer concorrer a uma vaga de concurso ou em uma empresa mais “comum” e as pessoas te indicam o contrário, esse artigo é para você!

Com esse artigo, eu quero te mostrar o que você precisa saber para abrir os olhos e dar o primeiro passo em direção a uma vida que faça a diferença.

Por que você deve saber qual é a sua natureza?

Por que você deve saber qual é a sua natureza?

Eu confio que cada pessoa deve fazer o que gosta.

Esse é um fator importante para que as coisas melhorem no mundo. Basta avaliar a quantidade de gente que vai todos os dias para um trabalho que odeia, se irrita, irrita outras pessoas e acarreta uma imensidade de coisas ruins por aí.

Basicamente nós temos 3 tipos de trabalho (falando de uma forma bem crua):

  • Empreendedorismo (abrir seu negócio)
  • Concursado
  • Empresa formal (com certeza tem um termo melhor!)

O tempo todo eu ouço que deveria fazer um concurso pois sou um cara inteligente e tudo mais.

Mas na boa, não nasci para isso!

Já tentei e cogitei MUITO optar pelo concurso e pela empresa formal, mas não é para mim. Não gosto da rotina, não gosto do jeito de viver, não gosto de nada.

Então eu empreendo.

E isso me deixa feliz, eu trabalho feliz, ajudo as pessoas e contribuo para um mundo melhor.

Tudo começou de um jeito simples: Comigo mesmo. E isso trouxe uma infinidade de coisas boas por aí.

Imagina o que seria se todas as pessoas estivessem trabalhando com o que gostam? Seria incrível.

Por isso você deve saber qual é a sua natureza e seguir isso.

O que é essa “natureza”?

O que é essa natureza?

Confio que nascemos para alguma coisa.

Não necessariamente para “Criar o Negócio X” ou “Trabalhar na Empresa Y”. Mas acredito que temos a nossa natureza e nascemos para aquilo em geral.

A natureza é algo interno, é meio que o que nos chama para fazer um tipo de coisa. Nesse caso…:

  • Natureza Empreendedora
  • Natureza Concurseira
  • Natureza “Empresa Formal” (acho que poderia ter um nome melhor ;p)

E aí, onde nasce uma coisa incrível, nasce também um problema.

As pessoas não entendem isso e acabam prejudicando outras pessoas com suas opiniões.

E tudo bem. Pois muitas vezes esse tipo de coisa acontece simplesmente por causa da falta de informação e da cultura em que foram criadas.

Então daqui em diante você já sabe o que é a natureza.

Qual é a sua?

Como identificar a sua natureza?

Como identificar sua natureza?

Basicamente? Experiência, autoconhecimento e ficar de olhos abertos.

Foi o que aconteceu comigo. No início, entrei na faculdade aos 17 anos e não sabia nada. Com o tempo fui aproveitando as coisas que aconteciam comigo, aproveitei as várias experiências incríveis.

Então a primeira dica é: Abra-se a novas experiências. Faça estágios, viaje, conheça pessoas, converse com as pessoas… Aprenda tudo sobre as possibilidades que tem na sua frente, seus pontos fracos e fortes

Aproveite essas experiências e extraia o máximo delas.

A segunda dica é: Se conheça. Leia bastante, peça feedback, faça exercícios de autoconhecimento… Se puder, use alguns processos de Coaching. Isso ajuda bastante.

Como aconteceu comigo, fique atento a tudo. Ao que te deixa feliz, ao que te incomoda, ao que você gosta e ao que você não gosta.

Pessoas que você confia podem te ajudar bastante nesse processo também.

E a terceira dica é: Fique de olhos abertos e perceba tudo que acontece!

Dessa forma eu consegui ver que minha real natureza é empreendedora e nasci para isso. Realmente não gosto das outras opções e não levo mais em consideração “conselhos” de outras pessoas dizendo que eu deveria fazer outra coisa.

Eu faço o que eu gosto, o que faz a diferença para mim e para outras pessoas. Você também deveria. 🙂

Eu consegui identificar a minha natureza dessa forma. Se existem outras, não sei. Mas funcionou para mim.

Tente.

Como lidar com conselhos, críticas e medos?

Como lidar com críticas, conselhos e medos?

Essa é uma das partes mais importantes e difíceis de lidar ao seguirmos a nossa natureza. Precisamos lidar com opinião de amigos e familiares o tempo todo nos falando o que eles acham que devemos fazer.

E o que eles acham que não devemos fazer…

Além disso, temos nossos próprios medos e incertezas.

Conselhos

Seus familiares e amigos vão dar muitas opiniões. Principalmente se você estiver querendo empreender.

Esses conselhos podem te desanimar e te colocar para baixo. Se você estiver confiante e quiser realmente fazer aquilo, vá com tudo.

Então converse com essas pessoas e explique o seu ponto de vista. Deixe claro que é aquilo que você quer e aquilo que te faz feliz.

Se eles não pararem com os “conselhos”, você pode conversar com eles de novo ou simplesmente ignorar.

Foi o que eu fiz e o que deu certo. De um forma ou de outra, eles precisam te respeitar.

Recomendo muito um artigo meu em que falo da importância de ter as pessoas certas perto de você: Leia Escolha as Pessoas da Sua Vida.

Críticas

Vai chover crítica. Se você estiver quebrando padrões principalmente.

Eles condenam o que não entendem.

Comigo foi assim e eu parei as críticas da mesma forma que acredito que você deveria fazer:

Quando eu comecei meus projetos, recebi algumas críticas e fiquei muito preocupado de estar tomando uma atitude errada e cogitava muito desistir de tudo.

As críticas em geral eram: “Você é maluco!”, “Isso não vai dar certo”, “Você devia fazer algo melhor da sua vida” e etc…

Mas aprendi que as pessoas simplesmente condenam o que elas não entendem.

Então conversei com elas e expliquei a situação. Algumas entendiam e paravam, outras não entendiam e paravam de criticar e outras entendendo ou não, continuavam criticando.

Daí, eu tentei falar de novo com algumas e com outras simplesmente deixei de lado e passei a ignorar.

Tente conversar. Se não der certo, ignore-as.

Novamente recomendo o meu outro artigo: Escolha as Pessoas da Sua Vida

Medo

Eu tive muito medo e você vai ter muito medo. Isso é normal.

Principalmente se for o medo do fracasso. Mas quer saber de uma coisa?

O medo tem medo da ação.
Rafaela Cappai

Coloca em prática o seu sonho. Seja ele qual for.

Nada é impossível e se você desistir de você e dos seus sonhos, você está sendo injusto com você mesmo.

Se tivesse que recomendar algum livro, esse livro seria Lidando com a Incerteza do Jonathan Fields.

Além disso, dê uma lida no meu outro artigo: Como lidar com o Medo do Fracasso.

Respeite-se!

Respeite-se

Acima de tudo. Por você. Respeite-se.

Não pela vontade dos outros.

Respeite os seus sonhos e suas vontades. Só depende de você para que as coisas comecem a dar certo na sua vida.

Pode ser que você precise fazer uma transição de carreira. Pode ser que você precise ter muita paciência e trabalhar duro durante um tempo.

Pode ser que seja difícil e doloroso, mas o caminho de seguir o que você quer e o que você gosta vale muito mais a pena do que fazer as coisas seguindo as regras e os conceitos das outras pessoas.

Comigo aconteceu exatamente isso. Durante um bom tempo eu trabalhei muito, tive muita dor de cabeça e vontade de desistir. Mas eu persisti e deu certo.

Hoje tenho a vida que gosto.

E quero que você tenha a sua.

Só depende de você! Quebre as regras.

O seu próximo passo…

O seu próximo passo

Agora você tem duas escolhas:

  1. Seguir a sua natureza
  2. Não seguir a sua natureza

Acho que você já sabe o que você precisa fazer e eu espero que você faça. Realmente quero isso para todas as pessoas.

Quero que a vida que eu tenho seja possível para todos.

Respeitando sempre a sua natureza, você pode ter a mesma vida que eu: Feliz e fazendo a diferença.

E agora, se você gostou desse artigo deixa um comentário aqui embaixo e aproveita para assinar a lista VIP deixando o seu e-mail no campo também.

Faça o que você ama. Faça a diferença.

Grande abraço,
Leo Alvarenga.

Se você curtiu isso, compartilha aí! =)

  • Francieli

    Muito bom Leo! Obrigada pelo habitual conteúdo de qualidade! Aos poucos abrimos nossa mente ao novo, e ao que nos chama.

    • Valeu, Francieli!

      Quando abrimos nossa mente as coisas mudam! Nada é como antes!

      🙂

      Beijão!

  • Marcos Vaz

    Boa leo! mais um artigo memorável!

  • Parabéns pelo excelente artigo, Leo!

    Já percebi que tudo que foge de um certo padrão é tido como loucura e certos conselhos vindos de pessoas até bem-intencionadas vêm por uma questão de permanecer em uma suposta segurança ou estabilidade. O mais importante mesmo é buscar a felicidade fazendo aquilo que gostamos.

    Grande abraço e sucesso sempre!

    • Com certeza, Fabio!

      O mais importante e que devia ser ensinado desde sempre! Mas infelizmente isso não acontece… Depende de nós mudar isso!

      Abração!

  • Marilia Zago

    Adorei o artigo, Leo!

  • Janete Barbosa

    Adorei, excelente artigo, Leo!! Muito sucesso para voce, obrigada por partilhar conhecimentos tão generosos…

    • Valeu, Janete!

      Muito sucesso para nós! Espero que esteja colocando em prática os aprendizados. 🙂

  • João Victor Rodrigues Barreto

    Léo, muito bacana e explicativo seu artigo!
    Atualmente trabalho em empresa tradicional mas empreender é meu objetivo! Tem uma citação do Erico Rocha que gosto muito é “Amole seu machado” que condiz muito com o atual estado que eu e muitas pessoas estão passando!

    Parabéns ! (:

    • Valeu, João!

      É isso aí, cara… Mas não deixa isso te impedir de agir. Amolar o machado não demora tanto tempo. =)

      Com trabalho duro você consegui seguir o rumo que você sonha.

      Abraço!!

  • Diego Nedopetalski

    Cara, muito obrigado, estou lendo alguns artigos seus e realmente me identifiquei muito com eles, estou vivendo um tempo de redescoberta de mim mesmo e seus artigos são muito inspiradores, novamente obrigado.
    Fica com Deus.

    • Opaa, Diego!

      Que bom que gostou, cara…

      Fico realmente feliz. Me conta mais desse seu momento, cara…

      Vai me ajudar a te ajudar melhor. Pode ser por aqui ou por e-mail mesmo! (Tem um campo aqui no site pra contato direto pro meu e-mail).

      Abraço!!