Afinal, o que é uma ideia?

O que é uma ideia

Ouvimos maravilhas sobre isso. Dizem que ter ideias é o segredo do sucesso, que as pessoas mais brilhantes tem ideias constantemente, que devemos manter essa chama acesa…

Afinal de contas, o que é uma ideia mesmo?

Nesse artigo, vou te mostrar exatamente:

  • O que é uma ideia.
  • O que uma ideia NÃO é.
  • O que fazer com o medo de ter uma ideia roubada.
  • Quanto vale sua ideia.
  • A melhor validação de uma ideia.
  • O que sua ideia pode ser.

A resposta para a pergunta título desse artigo é simples e estranha:

Uma ideia é o caos. É algo confuso e estranho, que muitas vezes acaba morrendo da mesmo forma que nasce, sem ao menos sabermos o que exatamente era aquilo e o que poderia ser.

Eu começo com uma ideia e aí ela se torna algo diferente.
Pablo Picasso

A ideia é uma coisa que não entendemos muito bem, algo que precisa ser trabalhado.

Quando a ideia chega em nossa mente, ela é a pedra antes de virar uma escultura, é como uma criança que precisa ser educada. E se não fizermos nada com ela, ela continua sendo o caos, algo confuso e estranho que não vai a lugar nenhum, não tem um futuro.

O que uma ideia não é?

O que uma ideia não é

Agora que você já sabe o que é uma ideia, vamos ao contrário dessa história toda e descobrir o que uma ideia não é.

Essa resposta é simples e pode te surpreender: Uma ideia não é algo de valor.

Além do estado caótico de uma ideia, muitas pessoas que estão tendo ideias de negócios ou soluções de problemas ficam absolutamente apavoradas e desesperadas para proteger a ideia e fazem de tudo para esconder essa ideia de todas as pessoas, com medo que essa ideia seja roubada ou copiada e seu grande sonho vá por água abaixo.

Acredite, uma ideia não vale um centavo.

O que vale em uma ideia é a execução!

Se você está aí achando que vai ficar milionário com sua ideia, que ela é genial e tudo mais, você está se enganando.

Nesse momento, em que sua ideia não passa de caos, ela não vale nada. Ninguém compra uma ideia. As pessoas compram soluções, coisas práticas e prontas para uso.

Então, se você estiver com medo de roubarem sua ideia, se estiver achando que vai perder dinheiro se contar sua ideia para outras pessoas, relaxe.

Sua ideia não vale nada. Ainda…

Roubo de ideias?

Roubar uma ideia

Esse tópico pode ser revelador!

A questão é que uma ideia nem sempre é algo exatamente novo. Muitas vezes, ideias são modificações de coisas já existentes.

Ou seja, sua ideia pode ser um “roubo”.

Porém, o “roubo” de ideias não existe. Provavelmente ninguém vai executar sua ideia só porque você a contou. E se fizer, não fará do jeito que você faria.

Uma ideia nunca é roubada, ela é executada por alguém mais rápido, de um jeito diferente.

Vale lembrar que contar uma ideia a alguém é bem diferente de contar todo seu projeto, com detalhes da execução quando eles ainda estão no papel. E mesmo assim, a execução sempre sai diferente!

Não se preocupe se sua ideia for “roubada”, pois apesar disso tudo, de todo esse caos e essa confusão que ela é, a sua ideia é única. (Muitas pessoas acreditam que se sua ideia sofre uma tentativa de “roubo”, você já tem a prova de que ela realmente é boa.)

Roubada ou não, a ideia é só sua e ela se mistura com suas características pessoais, seu conhecimento e o que ela pode ser ou não um dia é algo bastante único que só você executaria de um jeito mais único ainda.

E não se preocupe de contar sua ideia para alguém, ela não vai roubar você.

Você roubou uma ideia?

Acredite, a sua grande ideia que vai te deixar milionário pode ser um “roubo”. (Lembre-se do que falei no início desse tópico)

Certifique-se de que você esteja realmente melhorando essa ideia, seja autêntico e ajude o mercado e as pessoas com a sua solução, desde que você realmente faça alguma coisa com essa ideia.

Talvez a ideia que você roubou seja complementar e juntas, vocês se tornem um sucesso absurdo.

Autenticidade é a palavra-chave aqui, não esqueça nunca disso.

Como você pode saber se sua ideia vale alguma coisa?

Como saber se sua ideia vale alguma coisa

Você precisa testar a ideia, colocando-a no mercado e descobrindo a opinião de possíveis clientes.

Faça um teste de conceito. Digamos que você tenha uma ideia para criar uma escola de inglês para idosos:

Abra um canal no Youtube e uma página no Facebook. Crie material de treinamento gratuito, veja o que as pessoas acham, faça pesquisas com essas pessoas, venda pequenos treinamentos online para elas.

Pergunte a seus amigos o que eles acham, se eles pagariam e quanto eles pagariam. Faça as mesmas perguntas para seus “clientes” nos seus vídeos no Youtube e no seu Facebook.

Isso te dará uma visão maior e você poderá melhorar sua ideia enquanto ela está sendo validada no mercado.

(Repare que isso que eu falei não vai te custar nada mais que tempo, pois um canal no YouTube e uma página no Facebook são gratuitos. E mesmo que você queira investir um pouco, será um valor muito baixo. E esse é um exemplo bem simples e rápido.)

Ninguém quer ter uma ideia que ninguém gosta, criar um produto que ninguém quer ou um serviço que ninguém precisa.

Qual a melhor validação de uma ideia?

Melhor validação de ideia

 

Dinheiro!

Se você conseguir tirar sua ideia do papel e realmente resolver um problema e fazer dinheiro com isso, você tem uma boa ideia em mãos.

Se alguém te pagar ao menos R$100,00 pelo que você oferece, sua ideia é boa.

Agora é bem mais fácil, basta escalar. Ou seja, fazer esses R$100,00 se tornarem R$100.000.000.

É mais fácil, mas não é fácil. Lembre-se sempre disso.

Esse tipo de validação de ideia é muito citado e usado por um grande profissional, especialista em finanças pessoais chamado Ramit Sethi, em um de seus treinamentos online chamado Earn 1k.

Ele é uma das minhas maiores referências nesse assunto, principalmente por focar seus negócios da seguinte forma: 98% de tudo que ele faz é gratuito, você tem acesso sem pagar 1 centavo. Os outros 2% que ele cobra, em treinamentos por exemplo, ele cobra por valores muito altos e tem um padrão de qualidade mais alto ainda.

Uma coisa que pode fazer com que algumas pessoas me critiquem:

Antes de dinheiro, antes de grandes números, antes de grandes métricas, pense antes sobre o “por que” de você estar tirando a sua ideia do papel e a tornando em algo de valor.

Se importe com as pessoas, com a mudança que você está trazendo ao mundo, com a solução do problema. Isso tudo se encaixa com o seu propósito? Então segue em frente, pois o sucesso é uma estrada sem fim.

O que uma ideia pode ser?

O que uma ideia pode ser? Esse é o passo final para descobrir o que é uma ideia

As ideias sempre serão soluções para problemas.

Aí que está a grande mágica, o que faz tudo acontecer. Se a sua ideia é uma solução real para um problema qualquer, você já tem algo além do caos.

Mas a ideia não pode ser uma solução para um problema seu, ela precisa ser uma solução para um problema de várias pessoas, se possível de milhares ou milhões de pessoas.

Dessa forma, a sua ideia, se executada corretamente, pode se transformar num grande negócio que vai ajudar a resolver o problema das pessoas enquanto te deixa rico no processo.

E não se preocupe com essa questão de ficar rico por estar ajudando as pessoas. Muita gente tem problema com dinheiro, mas dinheiro é bom e não tem mal nenhum se você o ganha enquanto faz algo de bom.

Valide sua ideia e veja se ela tem potencial.

Agora que você já entendeu o que é uma ideia, gostaria que fizesse o seguinte:

  • Deixe um comentário aqui embaixo me falando sobre suas últimas ideias e o que você achou desse artigo.
  • Me diga também qual foi a maior e melhor ideia que você já teve ou achou que teve.

Quero te ajudar a tirar suas ideias do papel, lembra?

E se ainda não o fez, seria ótimo que se inscrevesse na lista VIP deixando seu e-mail aqui embaixo para que eu possa te ajudar mais constantemente com suas ideias e problemas.

Fechado?

Grande abraço,
Leo Alvarenga.

Se você curtiu isso, compartilha aí! =)

  • Isis Castro

    Muuuuito bom! :))

  • João Antonio Gardin Vieira

    Contraditório. Belo texto, clareou minhas ideias. A maior ideia que tive foi seguir com minhas ideias. Lembrando que a coca-cola vendeu apenas 25 unidades no primeiro ano e se não to engando, Apple I vendeu o mesmo tanto.

  • As idéias são como peixes em um rio. Um rio repleto de peixes não matará a fome de ninguém, até que alguém ponha a mão na massa e vá pescar.