Tenho uma ideia estranha. O que eu faço?

Tenho uma ideia estranha. O que eu faço?

Todo mundo tem ideias o tempo todo.

Particularmente, eu tenho milhões de ideias quando estou correndo, tomando banho e até deitado para dormir.

Muitas vezes eu e você temos ideias estranhas, bizarras e até malucas demais pra dar certo.

Mas já parou pra pensar…

…e se essa sua ideia estranha e maluca fosse, na verdade, uma boa ideia?

…e se essa sua ideia estranha pudesse gerar muito dinheiro pra você?

Não é porque uma ideia é estranha e diferente que ela é ruim e não vai dar certo.

E nesse artigo aqui, vou te mostrar algumas ideias estranhas que poderiam ser diferentes demais para darem certo, mas deram!

Nesse artigo, você vai ver que mesmo que sua ideia seja “ridícula”, “estranha”, “bizarra” ou qualquer outra coisa do tipo, não significa que ela não possa fazer sucesso e ganhar muito dinheiro!

Acredite em mim… Nada é tão maluco que alguém no mundo não possa gostar.

A ideia é quebrar esse mito de que as ideias precisam ser bonitinhas, geniais, originais e perfeitas e te mostrar que as suas preocupações com a ideia devem ser:

  • Eu vou agregar algum valor a alguém com isso?
  • Essa pessoa pode e me pagaria por isso?

O mito da ideia genial e coerente

O mito da ideia genial e coerente

Esquece isso.

No mundo atual, as possibilidades são imensas e as chances de você impactar um número maior e/ou mais diversificado são enormes.

Muitas ideias se transformam em negócio mesmo sendo consideradas malucas.

Algumas parecem não fazer sentido nenhum…

…pra você.

Mas fazem muito sentido pra alguém. Ou você se esqueceu que no mundo existem BILHÕES de pessoas?

Bilhões! O mundo não é só a sua cidade…

Várias ideias se transformam em negócio mesmo sendo muito simples, tão simples como aqueles pegadores de panela feitos de silicone ou a mola-maluca, que já faturou mais de US$250 milhões de dólares no mundo!

Quanto à originalidade, a grande maioria das ideias são adaptações e combinações de coisas que já existem.

Ou seja, nada é assim tããããão novo!

Confesso que tem coisas por aí que eu mesmo olho e penso “como que isso existe?” “como que isso dá dinheiro a alguém?”.

Mas isso é culpa do posicionamento.

Aquele produto ou serviço NUNCA me interessaria porque eu não faço parte do público-alvo daquilo, mas o mundo é gigantesco.

De acordo com a forma que você posicionar sua ideia estranha no mercado, ela pode atingir o público certo ou errado. E isso faz muita diferença na hora de faturar.

Daqui pra frente pare de achar suas ideias estranhas, malucas e bizarras demais para darem certo.

Já li até que o futuro da tecnologia depende de ideias malucas, segundo o criador do Google! Então abrace elas, ok?

Você não precisa de uma ideia incrível!

Você não precisa de uma ideia incrível

Você só precisa de uma ideia que funcione para resolver o problema de pessoas que estejam dispostas a pagar.

O sucesso de uma ideia não está na complexidade, mas sim na capacidade dela de gerar esse valor.

Claro que você vai ter ideias que não vão servir pra nada, mas a minha dica é guardar ela mesmo assim. E você pode até usar minhas estratégias para nunca perder ideias.

Não esqueça que uma ideia pode ser a combinação de várias outras ideias que poderiam parecer desconexas no momento que surgiram.

Se você validar e posicionar sua ideia da forma certa, ela tem grandes chances de ter sucesso.

De onde ter boas ideias de negócio?

De onde ter boas ideias de negócio

Você pode extrair coisas boas de tudo ao seu redor!

Até mesmo dos seus problemas. Inclusive, muitas ideias surgiram da necessidade de uma pessoa de criar uma solução para algum problema que ela mesma tinha.

O segredo é estar alerta e com a mente aberta para coisas novas (e malucas).

Anote tudo que aparecer na sua cabeça e guarde isso pra depois, se for preciso.

Algumas ideias são combinações de várias outras coisas que sempre existiram mas ninguém nunca notou que estava ali! A tal da combinatividade do Murilo Gun

Em alguns casos, você vai pegar um produto ou serviço que já existe e vai fazer um upgrade, criando uma coisa nova e muito melhor.

Um exemplo simples de melhoria é o mouse sem fio! Simples, né? Só acabou com aquela coisa chata de ficar com fio pra lá e fico pra cá.

O problema das pessoas muitas vezes é achar que uma ideia não faz o menor sentido e só por isso acaba a descartando… Já pensou se todo mundo fizesse isso?

Não acho que exista uma regra pra ter boas ideias, mas o que funciona pra mim é:

  • Ler bons livros
  • Ver vídeos interessantes (TED e etc…)
  • Bons filmes e boas séries
  • Conversar com outras pessoas
  • Escrever

Mas isso é o que funciona COMIGO. Pode ser que pra você seja outro tipo de coisa, e tá tudo bem…

Teste. Experimente. Seja criativo.

Só não ignore mais as coisas que aparecem na sua cabeça… Isso pode valer ouro!

Sua experiência pode se tornar um negócio

Sua experiência pode se tornar um negócio

E bem lucrativo!

A experiência aqui não é baseada na sua idade, mas sim nas coisas que você já passou, superou e aprendeu.

Muitos negócios considerados estranhos começaram assim.

Que tipo de problemas você já superou? Que coisas você aprendeu a fazer?

Você aprendeu a falar francês sozinho e mais rápido e fácil que o comum? Ou então a investir seu dinheiro da melhor forma e com bom retorno?

Você aprendeu a fazer livros digitais que as pessoas querem e vão ler como o Chico?

Ou usou seu conhecimento em futebol para ganhar (muito) dinheiro como o Juliano a ponto de escrever um livro best-seller?

Como professor de educação física formado, eu não poderia deixar de fora o exemplo de um cara como o Vinicius Possebon que pegou o conhecimento que ele tinha em emagrecimento e criou um negócio milionário para ajudar as pessoas que querem emagrecer sem ter que ficar horas na academia!

Esses são exemplos de negócios criados com base na experiência e no conhecimento que você já possui!

A dica de ouro é: Não subestime o que você sabe ou tem. O que é simples e fácil pra você pode parecer impossível para o outro.

Tudo isso envolve negócios bem lucrativos, com margens altas.

Aí agora você pode falar:

“Mas tudo isso envolve internet! Eu não tenho conhecimento nisso e não sei mexer em ferramentas.”

A minha resposta pra você:

“Você pode aprender e isso é fácil, ou você pode contratar alguém ou ter um sócio!”

Ferramenta é um problema que você precisa parar de se preocupar!

Além de ser fácil de aprender com milhões de tutoriais na internet, você pode pagar e acabar com o problema. Ferramenta é commodity e isso é resolvido com facilidade.

Esse é um mundo que talvez você não conheça ou talvez não goste…

…mas ele existe, ele está aí e é uma ótima opção para você.

O lado bom desse mercado de informação e negócios digitais:

  • Barato de começar
  • Impacta mais gente
  • Custos baixos
  • Lucros altos

E na real, se você paga uma tv por assinatura ou compra jornal e livros, você já é um cliente do mercado de informação.

Que tal começar a olhar para isso?

Exemplos de ideias estranhas/bobas/bizarras que deram certo:

Exemplos de ideias malucas

#1 Carinha Amarela

Pois é…

Essa marca fatura mais de US$100 milhões!!!!!

A Carinha Amarela (Yellow Smiley Face) não foi patenteada pelo seu criador, e aí anos depois o Bernard e Murray Spain viram o potencial do sorriso, chegaram, registraram a patente e ganharam um booom dinheiro.

#2 Ashley Madison

O mercado de relacionamentos é gigantesco.

Quando isso foi ligado à existência de redes sociais e ao adultério, o Ashley Madison nasceu.

É uma rede social de relacionamentos que só aceita pessoas casadas que querem sair com outras pessoas.

A infidelidade não é bem vista e nem é minha ideia te incentivar a fazer isso, mas é inegável que essa ideia deu certo e já faturou alguns milhões de dólares com usuários no mundo todo.

 #3 Post-it

Quem diria lááá atrás que um papelzinho que pode ser colado na parede faria TANTO sucesso?

Pois é…

Inventado em 1974, já foi avaliado em US$1 bilhão!

O post-it nada mais é que o papel+fita adesiva de dupla face!

#4 Cobertor com mangas

Um bom exemplo de algo que já existia e foi melhorado.

Essa ideia estranha teve aval de muitos famosos como Ellen DeGeneres e Bruce Willis. E arrecadou US$200 milhões…

Bem inteligente! Confesso que não conheço ninguém que use, mas o mundo é gigantesco.

#5 Queima de 48 Horas

Esse é um produto digital baseado em informação.

O criador, Vinicius, pegou tudo que ele sabia sobre esse método diferente e eficiente de exercícios de emagrecimento e fez um eBook e vídeos.

Nasceu o Queima de 48 Horas, que em 2015 foi o produto digital que mais gerou movimentação financeira na maior plataforma de venda de produtos digitais do Brasil, o Hotmart.

Depois de alguns poucos anos ele já faturou mais de R$2 milhões com essa ideia que poderia até ser considerada estranha. Afinal, ficar dando “pulinhos” em casa por alguns minutos vai fazer você emagrecer mais que 1 hora de academia?

E o troço funciona…

#6 eBooks Que Convertem

O mundo dos livros digitais (ou eBooks) está aí. A Amazon faz uma fortuna com eles.

O Chico pegou o conhecimento dele em criar eBooks bons e bonitos e criou um curso!

Muita gente sonha em escrever um livro, mas acha que é impossível porque tem que ter editora e saber fazer um monte de outras coisas. Mas na verdade você pode começar usando o Word ou o Power Point e publicar na internet.

#7 I Want to Draw a Cat For You

A prova máxima de que seu conhecimento TEM VALOR:

Esse negócio que parece tosco recebeu investimento no valor de US$25 mil de ninguém mais ninguém menos que Mark Cuban do Shark Tank.

O que esse negócio faz? O criador, Steve Gadlin, desenha um gato pra você por US$9,95.

O negócio continua ativo, mas Steve não gerencia mais, pois ele achava muito estressante e que consumia muito do seu tempo.

Você se convenceu?

Agora suas ideias estranhas parecem muito mais atraentes, ne?

Já sabe o que tem que fazer? Parar de subestimar seu potencial!

4 coisas para você fazer agora que você mudou sua mentalidade:

  1. Guarde todas as suas ideias. Não deixe passar nada. Use minhas estratégias.
  2. Escolha UMA. Só uma ideia para começar.
  3. Valide. Teste. Valide. Valide mais um pouco. Teste. E venda.
  4. Deixa seu comentário aqui embaixo me dizendo que ideias malucas você tem.

Nenhuma ideia é maluca demais e só depende de você pra que elas não sejam apenas uma coisinha que passou pela sua cabeça…

…mas acho que você já sabe disso!

Espero o seu comentário aqui embaixo. =)

-Leo

Se você curtiu isso, compartilha aí! =)

  • Grande Leo! sensacional!!!! mais um post direto, reto e bem esclarecedor!

  • Erick Leal

    Boa Leo, esse artigo ficou muito bom, quebrou alguns paradigmas que eu tinha. Abraços!!

  • Bruna

    Um problema que acontece também é quando a sua idéia não é tão estranha assim e outras pessoas já tiveram ela… Aí surge outro desafio, rs.

    • Não tem problema, Bruna.

      Isso mostra que a sua ideia pode ter sucesso. É uma validação!

      O que você tem que fazer é reformular a forma como vê tudo isso… A execução é sempre diferente e na real a ideia não é igual pra todo mundo… Coloca em prática! 🙂

  • Rodrigo Pysklyvicz

    Top!

  • Maria Helena Mota

    Oi Leo. Como vai?
    Li todo o artigo, achei muito interessante e original e, como sempre, muito explícito de modo a que todos os usuários fiquem elucidados. Meus sinceros parabéns.
    A verdade é que as minhas ideias – malucas ou não – andam de mãos dadas com a minha falta de inspiração. Mas há dias tive uma ideia bem maluca mas que não me traria qualquer proveito. Pelo contrário. Vou te contar: Como tenho umas dezenas de livros impressos que não vendi nem vou vender – uma coletânea de histórias que se desenrolam na época natalícia – pensei embalar cada exemplar e sair pela minha cidade e colocar, um por um em algumas caixas de correio. Claro! OFERECIDOS! Só que, pensei melhor e desisti. As pessoas podiam não gostar.
    Já ouviu ideia mais maluca??? Se ouviu me conta.
    Desejo-lhe a continuação de uma ótima semana.
    Abraço.

    • Na verdade, você só não conseguiu inspiração pelo seu próprio bloqueio de não tentar direito… Já até falamos disso por e-mail, lembra?

      Não sei se essa sua ideia é maluca. É uma doação e isso é normal. Agora, se as pessoas vão gostar ou não, só tem um jeito de saber: tentando!

      =)

  • Olá Leo.

    Muito bom o artigo Parabéns!

    Gostei muito de usar cases reais para mostrar como ideias doidas podem dar certo.

    Show 😀

    Forte abraço

    Até mais!

    • Valeu, David!

      Elas são as provas de que até a mais pirada de todas pode sim dar certo! 🙂

      Tamo junto!